sexta-feira, 18 de novembro de 2011

E vendo que a recíproca é verdadeira, e vendo que a felicidade também, e vendo que é só com você...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Uma eternidade chamada "Dez dias"

Odeio esse cheiro de ônibus e o fato de você não estar aqui pra me abraçar e me fazer sentir só o seu cheiro... Agora a única coisa que me faz sorrir no momento é só o resto de panetonne de chocolate, e saber que mesmo você estando tão longe assim de mim, você está vivo e presente de alguma forma. Saber que você se importa quando eu choro pela saudade de você, pela espera, pela vontade de te ver logo novamente. Sabe? Só preciso te olhar. E, pelo espaço de um instante, um sorriso pra emendar...

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

domingo, 30 de outubro de 2011

Tudo mudar

Sinceramente? Estava tudo muito bom pra ser verdade mesmo. Algo desconhecido me prega peças o tempo todo. Mal sei eu que sou artista principal. E de repente você volta e faz com que uma tempestade se volte contra mim. Promessas e palavras fáceis. Aquelas que se diz da boca pra fora. Você volta e me faz acreditar de novo? Você volta e me assegura de que foi um equívoco? Óbvio utópico. Você e algo inalcançável são sinônimos.

Parece que vai demorar

Quando o melhor que eu faço é fingir que não me importo, é sumir sem dar explicações, é voltar e fazer diferente. Quando a melhor coisa que eu sou é indiferente, indiferente e mais uma dose de inferença. Quando tudo o que eu posso fazer pra mudar certa situação escapa da minha mão, quando ele foge, some e me dilacera vagarosamente... Quando a incerteza é a minha maior certeza.

domingo, 23 de outubro de 2011

Como ver o mar...

Sabe, quero ouvir uma música, uma que me faça relaxar e uma que me faça arrepiar até meus últimos fios de cabelo, quero ouvir uma música alta, quero ouvir uma música baixinha só pra mim, aqui, como se o cantor estivesse sussurrando cada letra no meu ouvido... Não sei o que seria de mim sem os meus meio termos, há tanta gente que não gosta dele, "é sim ou não", prefiro o talvez, a mistura do sim e do não. Gosto do dia muito claro, da noite muito escura, mas prefiro a tardinha, a mistura do dia com a noite. Você é agradável quando se mostra interessado nas zilhares de coisas tolas que eu falo ao longo dos dias, mas sabia, que às vezes você fica encaxávelmente perfeito ao meu lado falando tudo o que te vem à mente, e eu ali, calada, só a te escutar? O silêncio já foi meu melhor amigo, algum dia, mas no presente simples, ele muda de nome, e ele tem o seu nome. E eu só penso em dormir, 2:34 da manhã e as letras estão começando a borrar. Dormir e acordar. Pra mais uma vez te encontrar e sorrir do teu lado e das tuas piadas tolas e infantis. Sair de casa, mudar de rumo, da rotina cantiva do dia-a-dia, só mudar, como ver o mar em dia de chuva. Infinitamente mutável.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Distração proposital.

Você lê um livro sem refletir e armazenar informações sobre ele a cada capítulo e pular folhas que talvez você ache inuteis. Talvez você não saiba que as folhas que você pulou e os capítulos que você nem sequer prestou atenção são o ápice da história que você, como quem não quer nada, deixou passar. (Nada como comparar a vida com livros. Ou livros com a vida.)

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Em alguns momentos olho pra trás e lembro de tudo e de toda a incerteza que se passou, e às vezes eu sinto saudade, o que é normal. Mas eu gosto mesmo é da certeza do agora. E se Deus quiser, do pra sempre. Amém!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

As inúmeras dúvidas da minha cabeça.

Será que vale a pena isso? Esse joguinhos aí.. não te levam a lugar algum, a não ser na sua própria ignorância.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

All the time, all the time...

E se não mais soubesse o que é amor, viria você novamente me fazer entender, que ele, na verdade, é só você.
"O amor só é verdadeiro quando correspondido sinceramente."

Love, sweet love.

Eu te quero muito. Eu nunca quis ninguém assim. E eu sei que eu sempre falo isso, que sempre te repito umas palavras e alguns 'eu amo você', mas... Dar um ênfase na coisa às vezes é bom. E é só pra te mostrar, que aqui é de fato o meu lugar.

Orgulho.

"Se ele não me procura, não sente a minha falta." Bem, está certo. Mas e se, só e se ele também estiver com essa conclusão? E aí? Vai mover um passo, um simples passo por algo que você quer? É só pensar, ver se vale a pena... Agir.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

I'm waiting for the final moment.

Às vezes eu queria muito poder falar alguma coisa que sequer fizesse com que tudo se resolvesse. Mas o tempo vai passando e eu vou percebendo que o meu silêncio já resolveu isso tudo.

domingo, 21 de agosto de 2011

God is good. God is love.

Eu sei que quando eu choro, quando eu me desespero e quando eu fico alegre Tu vens me abraçar pra me confortar e pra dividir o Seu orgulho comigo. Eu sei que a Tua presença sempre irá me alegrar acima de tudo, porque por Ti, eu daria a minha vida, do mesmo modo que o Senhor fez. "Eu vivo por Ti, eu vivo pra Ti."

domingo, 14 de agosto de 2011

Amor.

Uma palavra forte, que só deveria ser usada com toda a sanidade que você tiver. Mas todo mundo usa com frequência hoje em dia. Eu te conheço hoje. Amanhã eu digo que te amo. Será certo isso? Você iria acreditar? Tem gente que acha "fofinho". Humanos tolos... E hipócritas. "Falam, falam. Mas não tem nada a dizer."

"Waiting for some action..."

Já passou o tempo de chorar. Agora é agir. É.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

sábado, 6 de agosto de 2011

Então, quase nada.

Quase fim de ano, e é como se ainda fosse janeiro... Quase fim de ano, e praticamente nada do que eu havia me prometido está se concretizando... Ou o oposto. Acho que, como sempre, estou com aquela sensação de dever mal cumprido... E como sempre, o desejo de melhorar me afeta um pouquinho. Só um pouquinho. Confusão e bagunça nos arquivos do meu cérebro. Redundantemente eu.

Confirmação.

Quer muito que uma coisa aconteça? Aja. Mas antes de fazer algo, poderia pensar se realmente vale a pena? Se sim, só faça. "Just do it."

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Eu sei, todos sabem.

Mesmo que você queira mudar isso, mesmo que você diga que talvez tenha se esforçado nas vezes em que tentou, talvez também, saiba que não... E você vai deixando as coisas assim, por cima. Parece que quer viver só por viver. Você mesmo, que disse que tinha muitos sonhos a realizar, por que agora está assim? A fase das fases já passou.. Pode voltar ao normal. Você sabe que estou falando de você... E você terá certeza quando olhar para o céu estrelado e ver desenhos nas constelações.

sábado, 16 de julho de 2011

Notas de talvez.

Talvez ali não seja o meu lugar. E talvez seja. Talvez eu não goste quando você não quer conseguir algo. E olha que eu sei que você tem potencial! Se não tivesse, eu abandonaria o caso. Ou não. Talvez se você não tivesse... eu poderia tentar fazer com que você achasse-o. Todo mundo tem... talvez... A vida, a cada dia que passa me deixa mais confusa. Mas todo dia é um aprendizado. E eu aprendi muito com o passar desses anos... Aprendi como comportar em diversas situações. E olha... Eu estou aprendendo mais e mais! E estou vivendo assim mesmo... estavelmente... como se às vezes não me sobrasse mais nada pra dizer ao meio dia! E talvez nem eu mesma entenda o que eu estou querendo dizer aqui, e que assim seja. Talvez é melhor nem procurar entender. Ou talvez seja. Cada palavra, uma imensidão de significados... A interpretação é sua.
Ou talvez as minhas Notas de talvez sejam muito confusas.
"Os dias que eu me vejo só são dias que eu me encontro mais. E mesmo assim, eu sei tão bem, existe alguém pra me libertar."

Ah, nada.

Eu acho e não acho que a gente deve ser duro com as pessoas... Confusão infinita.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Guess i'll just close my eyes.

Às vezes sinto assim... levemente... como se destruisse a vida de uma ou duas pessoas ali. Ou três até. Mas talvez isso seja porque essas pesssoas não conseguiram superar algo e talvez jogassem a culpa pra mim. Talvez...

Incontrolavelmente.

Chorar de estresse? Certa vez, vi minha mãe chorando disso. Pode-se dizer que hoje entendo. (06.05.2011)
Às vezes é realmente melhor não tentar remar contra a maré. Ainda mais se a mesma estiver brusca.

Confiança.

É algo que se conquista, dita todo mundo. E quando se perde, não tem como tudo voltar a ser como era antes em um piscar de olhos. Da prazer em conquista-la... poder ver que tem alguém confiando em você de verdade. É uma recompensa gratificante.

Confortar?

Não. Nem precisa dizer nada. Escutar já ajuda muito.

Paredes.

Você fala, ela te escuta. Você fala, ela não argumenta nada sobre. "Mas você não tem nada a dizer...?" Sabe o que isso me lembra? Falar com você.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

quarta-feira, 1 de junho de 2011

I got dosed by you

Nem péssimo, nem ótimo. Uma dosagem equilibrada de cada, para que nenhum pese demais. Nem ignorante, nem amável. Indiferente. Mais só com quem mereça.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Sub-tendido.

Por que gostei de você? Você talvez tenha algo do meu verdadeiro eu, algo que vinha da minha essência, e que foi se perdendo aos poucos. Algo que se desgastou, algo que não deveria se desgastar. "Já passou, já passou. Quem sabe outro dia..."

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Pra dona.

aaaaaaaa, de tantas coisas q voc já escreveu pra mim, é minha vez d escrever pra voc.
Faz até um tempinho né bb q cê tá na minha vida, agradeço todos os dias, parece q voc tá na minha vida desde q a gente era pirralho, mas vey, nem um ano ainda eu acho, kkk, t conheço d cabo a rabo, da unha do pé a o ultimo fiu d cabelo, minha vida sem voc nunca vai existir, n tem como, voc entrou e jamaais sai, aa minha véa >.< tu não sabe como é viajar e ficar sentindo falta da tua voz, do teu carinho, dos teus carões, falta d voc >.< mas, tenho q aprender a viver com isso, mas um dia, eu te carrego junto, kkk *-*
NUNCA tive uma pessoa como voc em minha vida, exclusividade tão pura q sinceramente: tu é a cara bia, eu já lhe disse essas palavras com as justificativas, voc é tudo de bom, minha melhor, minha véa, miinha dengo *-* a pessoa da qual eu jamais quero viver sem. Eu te amo por dimais <3

Por: Andersson J.

Razão ou emoção?

Eis a questão.

O que é família?

"Se você cozinha uma boa comida e come sozinho, ela se torna sem gosto. Mas, se está entre familiares, qualquer refeição é boa." Vive no metal.

domingo, 17 de abril de 2011

Desfribilador.

Não adianta tentar ressuscitar o que já morreu há tempos.

Noite chuvosa, vento que leva tudo embora...

Relâmpagos pra mim é só natal fora de época. Papai tem pisca-pisca universal e às vezes Ele os põe pra funcionar. A eles deu o nome de relâmpago. Mas muita gente prefere chamar de pisca-pisca mesmo.

sábado, 16 de abril de 2011

Hold me.

A minha saudade é diferente da tua. A minha é saudade recente...Acho que é a mais intensa. E que não brota de palavras facéis. Essa saudade aperta e me deixa nervosa. Quando o que eu mais queria era estar te abraçando. E não imaginando como seria estar te abraçando, como seria sem você de verdade.

Infindável.

E os dias passam cada vez mais rápido, e é como se ninguém fizesse nada pra que cada segundo valha a pena. E o sentimento infindável de arrependimento me sobe à cabeça...

Do modo generalizado.

Se toda primeira vez é ruim, façamos com que a segunda seja implacável.

Céu.

A casa de papai é sempre iluminada. À manhã toda o sol faz seu trabalho. À noite é a vez da lua, que por sua vez, brilha lá em cima. E que tem a ajuda de um imenso lençol pontilhado e brilhante. Com isso, a ausência da luz na casa de Papai acaba, por fim.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Num piscar de olhos.

É como se você tivesse construído um enorme castelo de areia na praia com todo o seu esforço, o dia inteiro.
E de repente, a maré subisse destruindo-o todo, em segundos.

Sono.

Dia estranho. Dia estranho. Gostaria de sair dele, mas parece-me que ele não passa e que os ponteiros do relógio de parede no corredor para a cozinha não andam. Definitivamente, o dia está em mim. Eu só preciso de uma noite de sono. E quando acordar, será outro dia. Só temerei acordar no mesmo...

1 semana, 7 dias, 168 horas sem você.

Alguma vez já sentiu um aperto no coração...?
É, eu to sentindo agora. Eu não quis te deixar ir, mas você foi. É algo novo pra mim, confesso. E você disse que era pra eu ir me acostumando com isso.
O primeiro dia foi difícil. "Eu me perdia nos meus passos sem você". As noites eram mais longas e eu ganhava o meu dia só em ouvir a sua risada. E olhe que hoje é o terceiro dia de mais longos 5 dias sem você! Eu conto as horas pro Domingo chegar. E espero que dê pra gente se ver.Por enquanto, pelo menos, eu vou alimentando essa saudade com as suas mensagens diárias às 20:00 e com as ligações de meia hora.
Não vejo na hora do Domingo chegar. Não vejo a hora de amanhã às 20:00 chegar.Mal vejo a hora de ouvir a tua voz, a tua risada, o teu 'eu te amo'.
Agora sei. Agora eu sei como é ruim, sem você aqui comigo. E quando penso em você esses dias, penso só em: "volta logo!"
Uma semana longa.
Volta logo...

sábado, 2 de abril de 2011

Reality.

Eu percebi que a realidade é mais dura do que eu pensava, percebi que eu tenho muito mais do que penso ter. Percebi que os meus problemas são apenas gotículas perto do oceano de problemas de muita gente aí. E eu descobri que se não der valor ao que tenho agora, posso me arrepender depois... E outra vez, ao me deparar com essas coisas, só me vem isso em mente: Obrigada, Papai. Poxa, obrigada mesmo.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

terça-feira, 22 de março de 2011

terça-feira, 15 de março de 2011

segunda-feira, 14 de março de 2011

Caos. II

Pray for Japan, for World.
Eu acordo todos os dias e ligo a Tv pra ver o noticiário. E eu me arrependo tanto de ter ligado a tv. Todos os dias, mortes, guerras, roubos e mais um punhado de morte. Já viram o que está acontecendo com o mundo? Já viram? E o Japão? Já viram o estado em que ele se encontra? É deplorável. E essas catástrofes... vocês devem saber que foi por nossa conta, não devem? Se não, já sabem. É tudo nossa culpa. E se você aí, que está lendo isto agora, está ileso. Ainda. Porque o que está acontecendo lá do outro lado do mundo, vai acontecer aqui também, e isto é só uma questão de tempo. 

Freedom.

"A vida é uma parede em branco. Pinte-a como quiser."
Comercial das Tintas Iquine.

domingo, 13 de março de 2011

Liberdade.

É, Deus, parece que vai ser nós dois até o final. Eu vou ver o jogo se realizar de um lugar seguro.
 Los Hermanos

Perfeccionistas.

Nunca faça algo esperando que fique perfeito, nunca vai estar perfeito. Faça porque gosta, e não porque quer que se admirem com a perfeição.

Caos.

Uma multidão inteira. Muitas pessoas confusas, sem saber e ter o que fazer, essas nem conseguem ao menos escutar seu próprio raciocínio. Algumas deixam que os outros pensem por elas, formem opiniões por elas, algumas vivem por viver, só por isto. Eles falam, falam, não falam mais nada. Falam de morte, drogas e guerras. O mundo está um verdadeiro caos. Tudo bem, cada um faz o que bem entender, mas tem gente que realmente não tem noção do que faz. Como uma pessoa pode matar outra? Vocês falam que os animais são irracionais. Acho que nós, seres humanos, que somos irracionais. Queria entender como eles não conseguem chegar a uma certa conclusão em conjunto: Na paz. Essa palavra deveria fazer parte de tudo.
Você tem a sua vida, eu tenho a minha. Porque então tanta gente quer viver a vida de outras pessoas? Pessoalmente, nunca cheguei a entender isso. Quero ver se consigo viver até onde isso chegar. Se vou conseguir suportar isso tudo. E se essas pessoas vão algum dia pronunciar em conjunto infinito a mesma palavra. A paz.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Só seu.

Você está livre, você disse isso. Faça o que bem entender, e só espero que saiba o que fazer. Pode ter todo o tempo do mundo, só com você! E com as suas coisas banais e insignificantes. Está feliz agora, não está?
 Veja bem, agora o seu tempo inteiro se baseia nas suas bandas, suas músicas, seus jogos e suas piadas! Está feliz agora, não está?
 Eu sei que vai ficar bem... Até encontrar alguém que realmente se importe tanto quanto eu me importei. E mude, tanto quanto eu mudei. E que seja tola, tanto quanto eu fui.
Só mais uma coisa... Boa sorte, vai precisar.

domingo, 6 de março de 2011

Cavalo Marinho.

Finalmente.
"Bem, olha só o que eu achei, cavalos marinhos"  Isso! Eu finalmente falei isso!
Foi incrivelmente surpreendente! O sorriso não saiu do meu rosto.
E isso foi com você irmã. 06.03.11 - "Histórico".

terça-feira, 1 de março de 2011

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Mais uma vez, eu sei.

"Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar num sonho que se tem. Ou que seus planos nunca vão dar certo. Ou que você nunca vai ser alguém."
  Grande Renato Russo.

Orgulho.

É você do seu lado, eu do meu. E se quiser, que venha falar.
O orgulho ainda vai dominar o mundo. Tsc tsc tsc.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Você é importante.

Você é muito importante para mim, você corre, canta, chora e ama.
Você se entristece mais depois se alcança, mas nunca me agradece.
Você caminha, sobe e desce escadas e nunca se preocupa comigo.
Você sente amor, ódio, sente tudo, menos a minha presença.
Você tem sentidos perfeitos, mas nunca usa para mim.
Você estuda e não me entende, canta e não me alegra.
Você é tão inteligente e não sabe nada de mim.
Você reclama dos meus textos, mas não valoriza o que eu faço por você.
Se você está triste, me culpa por isso, mas se está alegre não me deixa participar da sua felicidade.
Você conhece tanta gente importante, mas não conhece a mim, que o considera tão importante para mim.
Você faz o que os outros lhe ordenam, mas não faz o que lhe peço com humildade.
Se você não subiu na vida, descarrega sobre mim toda sua ira. Mais se você é importante, pisa nos menos favorecidos.
Você quebra tantos galhos, mas não tira se quer um espinho da minha testa.
Você entende todas as transações do mundo, mas não entende a minha mensagem.
Você abaixa os olhos quando o superior lhe fala, mas não levanta estes mesmos olhos quando eu falo do meu amor.
Você fala das pessoas, mas não sabe que eu conheço a sua vida.
Você enfrenta muitos obstáculos na vida , é forte , embora eu sei que tem medo de mim.
Você fala do que eu fiz, mas nunca dá oportunidade de falar do que você fez.
Você é um corpo no mundo e eu sou um mundo em seu corpo.
Eu sou alguém que todos os dias bate em sua porta e pergunta : tem lugar pra mim na sua casa , na sua vida , no seu coração?
Eu estou nessas linhas que você por curiosidade começou a ler.
Eu sou Jesus Cristo. E você?

(Autor desconhecido)

Presente.

Eu não acredito em presente. Porque se a gente ta vivendo constantemente o futuro, onde fica o presente?
Você me fez não acreditar nele.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Lágrimas e consolo.

É como eu digo e tento fazer, não chore muito por algo banal... Suas lágrimas são importantes demais para você derramá-las por algo ou alguém que não as mereça.
Guarde-as para ocasiões especiais. Chore-as por alguém que as mereça! E digo e faço e repito: Estarei aqui, com você, se você quiser. Não vai ser bem como você disse que foi com ela, eu sei. Você chorou em seus ombros. Tudo bem, que nem sempre vai dar pra você chorar nos meus. Mas eu sempre vou te oferecer o meu colo, e o meu carinho mais sincero. Você é importante, e eu digo, eu posso te xingar, eu posso querer te matar por você dar tanto valor a quem não merece de verdade... Mas eu te amo! Eu faço isso porque eu simplesmente quero o seu bem. E eu estou falando que nem o meu pai. Mas não importa. Quanto mais sincero e verdadeiro for, melhor. E eu quero mais é ver o seu sorriso. (Para Andersson Ribeiro. Você sabe que pode contar comigo pra sempre. "Aonde você estiver, estarei esperando que esteja me esperando também. E saiba que sim, eu sou seu amigo, pra sempre amigo.")

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Mudanças automáticas.

O mundo gira, ein. As coisas mudam. Automaticamente!
 E farei o máximo para estar preparada às mudanças que irão ocorrer.
 O passado fica onde está. Onde deve estar. E que me venham as mudanças!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Boa sorte.

Preste atenção, faça silencio, pare, logo depois, pense. Observe, tire conclusões, mas não as tire precipitadamente, espere. Fale o necessário, quando achar que necessário. Pare de se auto difamar ou de se auto promover. Seja sincero. Exija a verdade. Use-a. Pare de ficar chorando por algo porque não deu certo. Você tentou. Não seja imaturo e assuma isto. Se estresse com algo banal. Tolere algo implacável. Escute aquela musica que te faz bem. Relaxe. Se preocupe. Não deixe que nada te preocupe! Seja contraditório como eu estou sendo agora. O ser humano em si é contraditório. Quer muito fazer algo? Faça-o. Mas faça-o direito. 

Felicidade com c. Não com s.

 Você já a encontrou? É dela mesma que estou falando. Da felicidade! Algo que está aqui sempre. Nos pequenos, nos minimamente pequenos detalhes têm a sua preciosa presença. Algo sem pé nem cabeça. Algo que você não encontra. Você faz acontecer. E quando você se dá conta, ela está lá. Simplesmente está ! Você só não deu aquela mágica abertura. Mas que acontece, acontece. E como eu já havia dito antes, nada é por acaso.
 Todo mundo tem esse direito. O de ser feliz. Digo que não mais um direito e sim um dever. Te repito: Seja feliz. Você deve isto a você.
(Pra você, Esdras. Alguém que deve, merece, tem o direito de ser feliz. Por ninguém, por você. E você sabe muito bem, meu amigo, que Papai vai estar tão feliz quanto você. Viu? Especial. Tão quanto a felicidade. Tão quanto você.)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

1 frase, 1 linha, 4 palavras, 13 letras e um significado complexo.

Nada é por acaso.

Perfeitamente aceitável.

Às vezes a gente fica encanado com cada coisa... Mas eu acho isso normal. A gente ficar confuso até. São tantas as nossas experiências. Os novos pensamentos, sentimentos, gestos envolvidos. Acho que é normal e extremamente aceitável. Bem, isso deve significar que estamos simplesmente nos adaptando ao que pra gente, é algo totalmente, e em alguns casos estranhamente novo.

Narcisismo.

Você nunca olhou nos meus olhos. Você só queria buscar o seu reflexo através deles. - Baseado em Eu, a patroa e as crianças.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

O lado bom de ser o lado ruim.

Se o nosso desejo é olhar o mar, e isso não for possivel, deixa pra lá, a gente contempla as estrelas. Se o nosso desejo é uma lua cheia e com nuvens à sua volta, e isso não for possivel, bem, deixa pra la, a gente prova um pouco da lua nova, cercada de nuvens. Se o nosso desejo é falar, e isso não for possivel no momento, deixa pra lá, a gente se olha e sorri. Palavras são baratas, mesmo. Se o nosso desejo é um abraço naquele momento, e isso não for possivel... Tudo bem, a gente pensa como deve ser sentir aquele abraço, quando acontecer. E veremos quão prazeroso será. Se o carro quebrou no caminho, no meio do nada, otimo. Eu estava no lugar que queria mesmo. O painel derreteu? Ainda temos o rádio, pelo menos.
 Sempre tem um lado bom, no lado ruim, amigo.
(Pra Julia Aleixo. "Hey there Julia, heres to u. This one's for u").

Conclusão

A conclusão final que tirei disso tudo foi: Você só gostava que eu elevasse mais e mais o seu ego. No final eu percebi que você era o maior superego do mundo. Sem mais delongas, narcisista e com o ego maior que si próprio. E eu? Só servia pra te elogiar e pra te dizer tudo o que você queria escutar.
Fim.

Deixa estar?

Coisas que antigamente se diziam importantes se tornando banais e vazias. Vai deixar passar mesmo? É assim mesmo que você quer?

É isto mesmo

Arrepios e ansiedade. Tentativas de fingimento? Falharam. Mãos suando, bombeamento do coração rápido, nervosismo, pupilas dilatadas. E logo o seu subconsciente te manda um aviso: é este mesmo. É você. É ele. Era isto que você esperava!
 Bom mesmo é se surpreender exatamente com o que se espera, né?

Paixão platônica, por um segundo.

Aquela garota sentada no terraço de casa. Uma casinha humilde. O chão estava sujo e empoeirado, mas mesmo assim ela se sentou lá. Nem se importou se iria levar um sermão da mãe quando se deparasse com suas roupas sujas. Só queria espiar a lua um pouco. Tão longe. Tão presente. Aparecia todas as noites pra ela. Às vezes parecia mudar de tamanho, mas a garotinha achava normal, até interessante. Só queria ver seu brilho. Imaginar como seria tocá-la. Sentir a brisa daquela noite. Queria senti-la todas as noites possíveis, e perceber que se arrepiara com aquilo. Que se apaixonara por aquele momento, pela lua.
 “Pequenos detalhes fazem toda a diferença.”

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

O que você está pensando?

Já me fizeram esta pergunta. E não foi agradável parar pra pensar e ver o que eu estava pensando. É como se eles estivessem desligados e diante da pergunta, eles automaticamente despertassem. Eu tenho medo desse pensamento.
- "Estou vendo duas pessoas, eles parecem bonecos. É um casal. E eles estão no banco, dá pra ver o balcão. Ela, ela é loira."
 Tenho medo de pensar como foi o resto. Mas está ai.
- "Ela se virou, mas ela se não se virou totalmente. Foi só a cabeça. Bizarro. Ela se parece mesmo um boneco. As suas mãos são horríveis, algo que eu não sei descrever. Não sei dizer como é. O rosto parece plástico."
(Lágrimas) Consolo de amigos no telefone. Frio. Medo. Refugio debaixo do lençol. Sei que nada adianta, o lençol. Mas eu ainda sou uma criança pensando nos medos de dois anos atrás. Recentes e vivos na memória. Algo que eu quero apagar. Mas que simplesmente, me vem à cabeça diante desta pergunta.
O que você está pensando?

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Sem titulo

Resolvi criar algo sobre exatamente a minha falta de inspiração. Nos últimos dias nada me vem à mente. Milhares de pensamentos e idéias me surgiram. Mas nada tão plausível. E nada que eu pude realmente me aproveitar. Daí começou uma discussão comigo mesma. Bem, no meio dessa auto discussão, me veio a resposta, tão repentinamente e tão fácil. Por que não, então, pensar em algo sobre essa minha falta de inspiração? Resolvi escrever isto. Redundante, eu sei. Mas está ai. Nem um titulo eu consegui pensar. É, essa tal de falta de criatividade um dia me mata.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Euforia

Acontece quando alguém que você ama muito liga pra você, ou aparece repentinamente falando com você no msn. Se não é isso, é algo bem parecido.

Make the difference.

Are we like you? I can't be sure. Let's be different, please.

É Papai III

Como é bom saber que tem sempre alguém do seu lado. Que você pode contar pra tudo, com esse alguém. E que esse alguém é a pessoa mais perfeita que você poderia ter ao seu lado! Alegria inigualável. Obrigada por tudo, obrigada por enxugar todas as minhas lágrimas e por me fazer sorrir. Pra sempre. Quero estar com você. Obrigada por tudo, Papai. Você é a minha grande inspiração.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Tudo novo de novo.


Nascer novamente. É o que eu faço todos os dias. Novos objetivos, novos planos. Quem sabe até um novo amor. É, quem sabe.
 Mas quem diria, um renascimento todos os dias. Um dia tem vinte e quatro horas. Cada hora tem sessenta minutos e cada minuto, sessenta segundos. Se pensarmos bem, todos esses minutos e segundos são extremamente cansativos, e para repor as energias gastas ao longo deles, dormimos. E acordamos horas depois. Normalmente vemos um outro dia e estamos dispostos a recomeçá-lo.
Pra mim, é como se eu tivesse nascido novamente. Quanto menos rotina, melhor. É como um ano recomeçado. Mas pensando bem... O ano novo é só a passagem de um dia, para o outro.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Marcas de expressão.

Elas falam por si só. Elas dizem se você sorriu muito! Elas são consequências dos seus sentimentos.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Capitalismo

Porque todos nós somos dependentes dele. E quem não for eu admiro muito. Realmente, admiro mesmo.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

-

Vejamos, quem de nós é o mais forte: eu sorria enquanto as lágrimas tentavam escapar do meu rosto, você, simplesmente sorria. Qualquer um diria que o mais forte aqui é você. Mas, um dia os papéis se inverterão e ai sim, eu quero ver se você vai aguentar tão perfeitamente como eu.
Por Julia Aleixo.
  Era exatamente o que eu sentira.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Desejo contínuo.


“Bem, olha só o que eu achei. Cavalos marinhos!”
 Eu sempre quis dizer esta frase.

O mundo lá fora

Um amor. Duas pessoas desentendidas. E de quebra, mais uma magoada. O que sugere? Um... leilão? É isto mesmo? E os sentimentos de uma pessoa que vai ficar por fora disso? "Ah, que se dane!"
Então vamos lá, vamos por tudo na mesa. As cartas estão bem aí, façam as suas apostas. O mundo é tão assim hoje em dia. É como se tudo fosse um grande leilão. O palhaço é você. E que vença o melhor!

Tudo mudar.

“Lua de prata no céu, o brilho das estrelas no chão. Tenho certeza que não sonhava. A noite linda continuava e a voz tão doce que me falava: O mundo pertence a nós.”
 Dê-me um momento desses, e te juro, terás minha felicidade. Mas bem, juras de amor são tão clichês. E qual amor não é clichê? É tudo sempre tão clichê. É clichê quando você se pega suspirando por alguém, ou até com raiva de si mesmo por estar pensando tanto nesse alguém. É clichê quando você para e cai em uma realidade absoluta e diz pra si mesmo ou pra quem quiser escutar: É, eu acho que estou apaixonado. E daí por diante, pode-se considerar que a sua vida mudou. Meu Deus, quão clichê é isso?
E eu prezarei por este momento.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Inteligência a parte.

Inteligente é aquele que passa por inúmeros problemas consciente de que quando tudo acabar vai ver que os mesmos são menores do que muitos outros alheios e vai dar risada disso tudo. Assim mesmo é encarar a vida de bom humor.

In a good mood

Bom humor. Se você não tê-lo por si mesmo, quem é que vai ter?

Afinal

O que é melhor? Estar seguro ou arrependido?

Deixa estar

Bem, acho que já basta. Eu só acho que eu me cansei. Na verdade não totalmente, vamos ter paciência. Eu só acho que me rendi. É! Eu me rendo. Lavo as minhas mãos. Agora você vai ter que ir pelos seus princípios, e se quiser opinião, peça-a. Não vou mais sair correndo atrás perguntando o que houve, e nem se você esta bem. E se quiser saber, estou bem, obrigada. Passar bem.

I felt that

Eu sabia. Eu sabia que os meus sentimentos por você ainda estavam aqui. Eles estavam dormindo. Mas estavam prontos pra acordar a qualquer hora, era só você despertá-los. Eu bem esperava que eles ainda estivessem prontos quando você decidisse acordá-los. Mesmo sabendo que eles ainda possam estar aqui, eu os renego. Eu não os quero mais. São inúteis. São coisas que mesmo sabendo que é algo que faz pouco tempo, já faz parte de um passado distante. E o passado, pra mim, é só lembrança de o que um dia foi bom, e passou. É algo inesquecível. E isto é bom, não?

domingo, 23 de janeiro de 2011

Eu x Eu

Eu sou meio termo. Eu sempre disse ser assim, estava sempre no meio. Mas como as coisas mudam! Eu  descobri que também sou contraditória. Perdi as contas de quantas vezes fui extremista. Eu queria sempre mais. Se o tempo estava frio agradável, eu queria extremamente frio para que eu pudesse me enrolar com inúmeros lençóis. E se estivesse um clima meio quentinho, eu queria muito quente pra quando eu fosse tomar banho eu sentisse tanto prazer quanto me deitar depois de um dia corrido e de uma alta carga de trabalho. Aí eu via que nem sempre eu era o meio termo que dizia ser. É bom se desafiar, se contradizer. Saber que a sua mente, você, pode ir muito além do que você pensa que já está no se limite. É bom ser constantemente ilimitada.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Isso acontece.

Trecho de Papo Reto - Charlie Brown Jr.:
Otário, eu vou te avisar, o teu intelecto é de mosca de bar. Você deixou ela de lado para falar com seus amigos, sobre suas coisas chatas. Ela deu brecha e eu me aproximei, porque eu me fortaleço é na sua falha. Ela estava ali sozinha querendo atenção e alguém pra conversar. Você deixou ela de lado. Vai pagar pela mancada, pode acreditar. Então já era, eu vou fazer de um jeito que ela não vai esquecer. Se for já era, eu vou fazer de um jeito que ela não vai esquecer.

-  Isso realmente acontece. Abra seus olhos. De verdade. Você pode estar a um fio de perder a pessoa que mais ama. Haverão pessoas que farão "de um jeito que ela não vai esquecer". Então já era.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

É Papai. II


Sinto-me quentinha e aconchegante. Tão aconchegante quanto um suéter de lã feito à mão. Obrigada por me abraçar novamente, Papai.
 Que cheiro bom tem Você. Sinto a natureza. O meu cheiro preferido. O cheiro das arvores, o cheiro das gotas de chuva caindo no chão quente. E eu sei que é Você presente em tudo isso. Você é toda coisa simples que há no mundo. Cada qual com a sua perfeição. Você é milagre. Eu gosto especialmente de Você, Papai. Sei que gosta especialmente de mim também.

O equilibrio da loucura.


Você algum dia já foi a minha sanidade. Alguma vez, pelo menos. Agora que tudo se foi, está mais fácil de controlar. Na verdade, está mais prazeroso. E não mais aquele receio de que só com você eu tenho a sanidade em si. Mas que coisa louca. Agora está tudo melhor. Agora posso ter a sã e a insanidade a hora que quiser. E não mais só quando estiver com você. Sentimento de medo e realização ao mesmo tempo. Que prazer conhecer vocês. Loucura e sanidade juntas! Vocês têm gosto agridoce.

domingo, 16 de janeiro de 2011

É Papai. I

 Tinha que acontecer assim, então aconteceu. Despedidas são dolorosas. É, sei que são. Mas, diga-se de passagem, que elas servem pra nos trazer algo melhor do que já havia lá. Senão, Deus não as teria inventado. Costumo chamar Deus de Papai. Tão intimo, deve ter pensado. Mas é desse jeito que me sinto com ele. Me sinto bem quando estou com Papai. Ou seja, me sinto bem sempre. Me sinto bem até mesmo quando choro, pois eu sei que isso é só mais uma prova que Papai me deu. E que ele ta do meu lado, todo orgulhoso me vendo ultrapassar toda a tempestade, pra ver um lugar lindo, parecido com o paraíso, do outro lado. É, ele sempre estará comigo. Porque quando todos desaparecem do seu lado, você verá que isso é só uma ilusão... Porque Papai vai estar lá. Mesmo que você não queira enxergar. Verá que bastante coisa boa a gente nem enxerga e nem da valor. Verá que perdeu o que tinha tanto. Verá que se acomodou. Se arrependerá. Se arrependerá, mas irá se recuperar tão rápido que nem irá perceber. Talvez aprenderá. Talvez não. Isso é Papai quem dita. E isso é você quem vive. Dê valor à Papai. Dê valor a todas as pessoas que te cercam e que realmente te quer bem. Porque elas sim são únicas, elas sim vão te confortar. Elas te querem bem, assim como Papai. É clichê, mas, Papai te ama, Papai é fiel. E essas palavras são perfeitamente corretas.

Feels good inside.

Oh yeah, it's better now.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Guess I'll just close my eyes.

Acho que eu só vou fechar os meus olhos para isso. É. É justamente o que farei. Mas... É! Vou me permitir abri-los as vezes. Todos nós precisamos de um choque de realidade. Sendo que só para isso eu vou fechar os meus olhos. E vou rir disso também. Agora, no meio disso e quando acabar.

All the time

Os meus pensamentos estão realmente girando em torno de mim. Posso colher um aqui, outro ali. Posso fazer como se fosse um rodizio, escolher o que eu quiser, e sem pagar. Quer coisa melhor que pensar? Pensar é um belo dom humano. Ah, posso simplesmente escrevê-los aqui. Posso ouvi-los e segui-los. Posso confiar neles! Mesmo eles sendo traiçoeiros algumas vezes.  Posso dita-los pra você, se você quiser ouvi-los. Afinal, às vezes eles falam mais alto mesmo.

O mundo e o tribunal.


Alguma vez você já se sentiu em um tribunal? Onde o réu é você? Já se sentiu sendo julgado por uns e defendido por outros? E sabendo que no final quem vai dar o veredicto é justamente a pessoa que está contra você?
 Tento dar os fatos, tento dar as provas. Parece-me que nada adianta. Nada é tão plausível. Então, isso quer dizer que sou eu a culpada? NÃO!
 Vou dar a volta por cima. Vou ser o juiz deste caso. E vou dar o réu como inocente. Ele é inocente. Nos meus olhos. Só estou dando a volta por cima. Estou fazendo como o mundo, girando. O mundo gira, não gira?

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Questão de personalidade

Você tem personalidade. E eu gosto dela. Poque eu tenho que gostar tanto da sua personalidade?
Todos devem saber que na verdade, eu a quero. Eu quero o seu modo de agir. Eu quero o seu modo de pensar. Eu quero não me preocupar como você não se preocupa. Eu queria ser como você. Por isso deve ser, que eu te admiro tanto.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Pensamentos inuteis

Eu não queria nem me importar. Mas eu me importo. É como se quanto mais eu não quisesse uma coisa, mais eu a sentisse. Tenho planos em minha mente. E quero segui-los. Quero dar o troco na mesma moeda. Quero lhe tratar do mesmo modo que você me trata. Quero te esquecer. Mas por outro lado, você me faz bem. Você também me trata bem. E nem quero te pedir pra você me tratar melhor que você vem com: Quer que eu lhe trate mal mesmo?
  Você é divertido, você gosta de mim, você é bonito, você tem personalidade. Eu tenho você e você me tem. O que há de errado que só EU vejo?
Eu nem queria chorar. Não queria ao menos derramar uma lagrima. Se bem que eu já estou chorando. Sentimentos inuteis.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

It's easy as one, two, three and four.

 Cada um tem um poeta em si. Qualquer um pode ser um pensador. Basta se dar a este luxo, pensar. Saber pensar, bem dizendo. É só parar, é só estar em sintonia consigo mesmo. Por a cabeça pra funcionar. E deixe-os fluir. É tão fácil quanto piscar os olhos. Se não conseguir completá-los ou não sair como desejava, deixe-os subentendidos mesmo. Assim podem surgir bons pensamentos. E abrir portas pra outros.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Você quem o faz

Basicamente, se considere ilimitado. Depois você vê o que os outros possam pensar sobre você. Aí se esqueça dos pensamentos dos mesmos. E simplesmente, viva à meia tampa das opiniões alheias. Elas muitas vezes importam, mas saiba coá-las.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Nuvens e estrelas

As nuvens engolem lentamente parte das estrelas brilhantes e reluzentes. Isso sim é um milagre, ao natural. É como se as nuvens tivessem uma função além de estar lá, limpar o céu ao decorrer da noite até o amanhecer. E é assim que fica sem estrelas durante o dia.

Desconfiança

Nunca se sabe quando tem alguém bem atrás de você.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Fragilidade e raiva

Você esta tão frágil a ponto de que se uma brisa lhe tocar, você se desfaz. E você esta com tanta raiva que se uma onda se quebrar sobre você, você continuará imóvel.
 - Inspirada em Amanda Albuquerque. (E as suas desavenças amorosas e suas mudanças de humor).

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Cicatriz fantasma

Era um armário. Tinha um armário. E tinha eu. Tentei escalá-lo, mas foi em vão. Lembro-me de tê-lo visto despencar contra mim, como se tivesse pisado em falso. E assim surgiu uma cicatriz desaparecida. Bem na minha testa.

Assentir com a cabeça+uma expressão irônica

Eu sempre consigo me safar dos problemas. A minha tática é infalível. E não. De jeito nenhum eu vou contá-la pra você. Descubra-a.

Uma contradição certa.

Temos todo o tempo do mundo. Não temos tempo a perder.

Little Death

Como será quando eu morrer? Como será que a morte tratará a minha alma? Será que ela irá afagá-la em seu colo ou só irá jogá-la por cima de seus ombros? Aliás, como será a minha alma neste dia e quais serão as cores do céu no mesmo? Incógnitas. Mas eu sei que ela sabe exatamente como, quando e quais as cores serão. Ela sempre sabe, na verdade.
   Palavras baseadas no livro A Menina que Roubava Livros.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Basta

Você só precisa aprender uma coisa sobre mim: Eu sou sincera e eu falo o que eu penso. O resto, é resto, é você quem tira os seus conceitos e tenta entender os meus principios.

sábado, 1 de janeiro de 2011

Uma criança com o seu olhar

Cor dos olhos. Uma coisa bonita e insignificante ao mesmo tempo. Pelo menos pra mim, agora, neste momento. Quando criança, os achava fascinantes. Pensava que cada pessoa enxergava em cores diferentes, de acordo com sua cor de olho. Crianças, como sempre, ingênuas e inocentes. Talvez eu fosse uma delas. Mas só talvez.

Errrrrr

Sou louca porque não mereço a insanidade do mundo de hoje.

Realidade

Não estou conseguindo me desprender da realidade. Não mais. Nem ler livros me tira daqui. Não mais.

Dois Mil e Onze

Pode entrar, 2011. Eu estava mesmo esperando por você.